Primeiro passo

quinta-feira, 30 de abril de 2009


"...Não faça promessas, cumpra-as antes de prometê-las, não jure amores eternos antes de amar a si mesma primeiro, não exija o que não possa corresponder. É sempre contraproducente fazer aquilo que não se gosta, aceitar o que não lhe agrada, e ainda ter que ouvir o que sua boca jamais pronunciaria. Não imponha respeito, mereça-o. E acima de tudo, não implore amor, reconheça-o."

Esse trecho é de um dos meus textos preferidos. Como estou muito sem tempo ultimamente, peço-lhes até desculpas por isso, mas enfim, fica aqui minha primeira postagem. Rapidinha, mas espero que gostem. A intenção é melhorar a cada dia.. ^^
Grande beijo,
Karla Moreno

all around the world

Eu to numa onda de música boa que vocês não tem noção. Não que o resto que eu escuto seja uma droga. Mas agora eu to escutando direto umas músicas duns cds do meu irmão. Eu trouxe a discografia do The Killers, Oasis, The Strokes e Stereophonics. Eu já tinha dito isso no meu blog, mas muitos aqui não entram no meu, então to repetindo.. Bom, o Oasis tem muitas músicas boas, até vai ter show deles dia 12 de maio em Porto Alegre, mas não poderei ir porque eu e meu namorado estamos economizando dinheiro pra nossa viagem em julho, no feriado de corpus christi. Então, pra quem não conhece o Oasis, ai vai uma palinha.
Essa música é do CD “be here now” de 1997. Os caras são muito clássicos. Eles são Ingleses e são uma baita banda! Já tá eternizada... Não é como essas badinhas de hoje em dia, como um simple plan da vida, que amanhã ninguém mais lembra. Então é isso! Fiquem ai, com um pouquinho do Oasis.




All Around The World (tradução)
Oasis
Composição: Noel Gallhagher
No Mundo Inteiro

Ainda é um pouco cedo na noite para mim
Para repassar por tudo o que eu quero ser
Eu não acredito em tudo que eu vejo
Você sabe que eu sou cego, então por que você discorda?

Então leve-me embora porque eu não quero ficar
E as mentiras que você me faz dizer
Estão ficando piores a cada dia
Estes são dias loucos mas eles me fazem brilhar
O tempo continua passando

No mundo inteiro, você tem que espalhar a notícia
Diga a eles o que você ouviu
Nós vamos fazer um dia melhor
No mundo inteiro, você tem que espalhar a notícia
Diga a eles o que você ouviu
Você sabe que tudo vai estar bem

Então o que você vai fazer quando as muralhas vierem ao chão?
Você nunca se mexe, você nunca faz barulho
Então onde você vai nadar com os ricos que você achou?
Se você está perdido no oceano, eu espero que você se afogue

.35 anos para ser feliz[?]

quarta-feira, 29 de abril de 2009

.o título é da martha medeiros, mas a interrogação ali é minha. acho que todo mundo se questiona sobre felicidade... e o que ela é? abraçar alguém? rever um amigo do qual sentia saudade? um novo emprego? um aumento de salário? uma casa na praia? ganhar na loteria? arrumar um namorado? casar? ter filhos???
bom, eu particularmente não sei. ainda tenho essa coisa de dizer que felicidade completa não existe, que o que há são momentos bons ou ruins.
por isso hoje resolvi postar essa crônica. porque acho as "teorias" da martha bem plausíveis, e essa aqui, bom... vou esperar para comprovar. ainda vai levar alguns anos.
.
"Uma notinha instigante na Zero Hora de 30/09: foi realizado em Madri o Primeiro Congresso Internacional da Felicidade, e a conclusão dos congressistas foi que a felicidade só é alcançada depois dos 35 anos. Quem participou desse encontro? Psicólogos, sociólogos, artistas de circo? Não sei. Mas gostei do resultado.
.
A maioria das pessoas, quando são questionadas sobre o assunto, dizem: "Não existe felicidade, existem apenas momentos felizes". É o que eu pensava quando habitava a caverna dos 17 anos, para onde não voltaria nem puxada pelos cabelos. Era angústia, solidão, impasses e incertezas pra tudo quanto era lado, minimizados por um garden party de vez em quando, um campeonato de tênis, um feriadão em Garopaba. Os tais momentos felizes.
.
Adolescente é buzinado dia e noite: tem que estudar para o vestibular, aprender inglês, usar camisinha, dizer não às drogas, não beber quando dirigir, dar satisfação aos pais, ler livros que não quer e administrar dezenas de paixões fulminantes e rompimentos. Não tem grana para ter o próprio canto, costuma deprimir-se de segunda a sexta e só se diverte aos sábados, em locais onde sempre tem fila. É o apocalipse. Felicidade, onde está você? Aqui, na casa dos 30 e sua vizinhança.
.
Está certo que surgem umas ruguinhas, umas mechas brancas e a barriga salienta-se, mas é um preço justo para o que se ganha em troca. Pense bem: depois dos 30, você paga do próprio bolso o que come e o que veste. Vira-se no inglês, no francês, no italiano e no iídiche, e ai de quem rir do seu sotaque. Não tenta mais o suicídio quando um amor não dá certo, enjoou do cheiro da maconha, apaixonou-se por literatura, trocou sua mochila por uma Samsonite e não precisa da autorização de ninguém para assistir ao canal da Playboy. Talvez não tenha se tornado o bam-bam-bam que sonhou um dia, mas reconhece o rosto que vê no espelho, sabe de quem se trata e simpatiza com o cara.
.
Depois que cumprimos as missões impostas no berço — ter uma profissão, casar e procriar — passamos a ser livres, a escrever nossa própria história, a valorizar nossas qualidades e ter um certo carinho por nossos defeitos. Somos os titulares de nossas decisões. A juventude faz bem para a pele, mas nunca salvou ninguém de ser careta. A maturidade, sim, permite uma certa loucura. Depois dos 35, conforme descobriram os participantes daquele congresso curioso, estamos mais aptos a dizer que infelicidade não existe, o que existe são momentos infelizes. Sai bem mais em conta."
.
.martha medeiros
.
.

[ah, mas isso aqui consegue me fazer um pouquinho feliz... =)]

aquele super-héroi..


eaew chuchuzadaaa ^^


Sabe aquele herói?O qual nunca sente dor,é inteligente,forte,charmoso e ainda é meio engraçado?O protetor e responsável pelo suspiro de muitas;que não possui nenhum vilão capaz de derrotá-lo.Um super-men!!


O tempo passa e com somos comodistas e muitas vezes egoístas com a vida alheia não percebemos que nosso herói já esta mais cansado ,e não tem a mesma velocidade de antes.


Aquele tão renomado ,corajoso,protetor e salvador de todos,que cremos com mais absoluta certeza que ele nunca vai deixar de estar no momento critico em nossa vida,já esta velho e quando menos esperamos nos surpreendemos com sua queda,com sua visível dor,com seus inúmeros vilões.


E a ficha cai!O nosso herói na verdade sempre foi de carne e osso,susceptível as fatalidades da vida,como diz madame Bovary, assim como nós.

Nosso herói já não é mais herói,agora quem foi herói precisa de um,assim com todo humano.e eu tow falando do meu pai.


# genteeê esse pézinho-de-alface aqui vai viajar pra longe da sociedade,logo nao poderei mais postar!!espera que eu vortoO ta!! beijO's

Br o quê?

Hoje tá phoda... com PH mesmo...



Justo no dia do meu texto aqui no Oh My Girls aparece uma demanda daquelas que eu tenho que abandonar tudo o que estou fazendo para me dedicar ao trabalho solicitado. E o pior... é no BrOffice. Se alguém não ouviu falar nesse pacote, não está perdendo nada. Só pode ter sido um grupo de brasileiros mal amados, putos da vida com a MicroSoft pra poder criar um pacote de programas tão ruins, com lay out e ferramentas tão difíceis de achar/executar. Aí vem o responsável pelo suporte de informática aqui no meu trabalho falar: "eu aprendi a mexer em tudo em 3 horas!" E eu com isso? [¬¬] Eu não me formei como técnico de informática pra aprender a mexer num programa em sua totalidade em 3 horas. Não sou pago pra isso e nem quero ser. Não vim puxar saco de Bill Gates, mas as ferramentas do MS-Office já estão arquivadas em minha memória desde os tempos do Windows 3.1 [affe, to velho!], como as básicas e mais usadas [que todos conhecem] ctrl+c, ctrl+v, ctrl+n, ctrl+b... também não vim fazer campanha pra que não utilizem o BrOffice. Quem se identifica com ele, que seja feliz. Enquanto puder utilizar os bons e "velhos" word e excel [MS-Office], eu me dou por satisfeito.

I'm sorry my friends... See you next wednesday!

[]'s
.
.
.


Um suspiro e não há mais nada

terça-feira, 28 de abril de 2009

Hoje percebi que não conseguiria escrever no computador o meu novo projeto de livro (quando digo que tô escrevendo um livro, eu quero dizer que um dia realmente quero publicar, etc e tal, mas por enquanto sou apenas uma pobre estudante que gosta de escrever e não uma escritora de fato u.u”)

Pois é... então eu me sentei e comecei a escrever no caderno. O prólogo já está pronto, e isso é assustador, dado o ritmo sofrivelmente lento com o qual eu escrevo. Tá, eu sei que ainda vou revisar aquilo quatrocentas e vinte milhões de vezes (e ainda não vou achar bom), mas o que importa foi que comecei. O primeiro passo foi dado.

Por falar em livros, estou lendo Forrest Gump. É, o livro foi baseado num livro (talvez só eu não soubesse disso, mas deixa pra lá...). Bom, eu não sabia, e quando soube fui correndo atrás, pra ver se era tão bom quanto o filme. E... bem, pela primeira vez devo dizer que o filme é melhor que o livro que o originou.

Pra início de conversa, o filme não é uma adaptação muito fiel... Mas com certeza é mais poética. O livro de Winston Groom é um pouco mais... sei lá. Cru. Mas não é ruim. Só tô dizendo que o filme é melhor xD

Apesar de estar escrevendo um bocado esses dias, minha imaginação pra posts tá uma grandessíssima merda... Eu fico cheia de ideias e teorias na cabeça, mas na hora de escrever cadê que elas voltam? Que nada.

Quem sabe eu rearranjo meus pensamentos daqui pra semana que vem (eu sempre digo isso, mas cadê que arranjo?)

Até mais...


P.S.: Se alguém nesta vasta blogosfera estiver afim de ler algo que escrevo, é só passar lá no .status quo. Lá, na barra lateral, tem um índice bem detalhado, com todos os capítulos publicados e tudo o mais. Be happy o/

Love don’t is a Losing Game


Segunda semaninha do Love don’t is a Losing Game
Hoje com Atreyu = Vermelho & ...vdj... = Azul



FC
O problema não é meu, mas minha mãe está começando a namorar com um cara e eu acho ele até legal, mas às vezes acho que ela acelera muito as coisas em relação a ele! E não é implicância, mas agora a nova e coloca ele pra morar com a gente e eu não quero isso.
Você é filho cara, sua mãe é uma mulher! Ela tem direito de aproveitar a vida dela, mas se a situação está pesando pra você abra o jogo com ela. Fale o que você sente e explique suas razões. Nada muito apressado é bom.
Converse com sua mãe abertamente, sem se impor, mas mostrando que ela está levando as coisas de uma forma impulsiva, pois é um estranho que vai dividir o teto. Seja cauteloso. Mas se a conversa não resolver e o namorado dela for mesmo morar na sua casa, faça a política de boa vizinhança e sonde o terreno pra ver se ele realmente é uma boa pessoa (ou não). Mas não faça intriga, isso só piora.

Mario Paiva
Como posso chegar pra uma garota que acabou de sair de um namoro e é super gostosa pra ficar comigo? Ela é muito linda, mas ta numa de não querer ninguém.
Ela saiu de relacionamento agora? Então ela provavelmente deve está fazendo um balaço do que rolou, deve está pensando na relação antiga. As pessoas precisam de um “Time” não importa se é a balofa da vizinha ou a Miss Universo.
Faça amizade primeiro, mas não deixe que ela conte toda a vida dela pra você, pois senão ela vai te olhar apenas como "o amigo legal". Faça uma aproximação de uma forma q ela entenda q você está interessado, sutilmente.
Mas, na boa, se ela não quer mesmo nada e ninguém, melhor cair fora.

Marcio
Fiz Orkut fake e nós marcamos pra sair, só que eu sou completamente diferente o que eu disse ser e ela é a mulher da minha vida, vou?
Orkut Fake? Caraca! Você já começou a relação com uma mentira e das bravas, mas se você realmente está afim dela arrisque! Vá, mas espere uma reação adversa da parte dela. Isso pode acontecer.
Seja franco antes de encontrá-la. Mostre-se antes, pois levar um toco ao vivo ninguém merece. Se ela gostar da sua aparência como gostou do seu intelecto, ela vai.

Latiffa
Beijei minha melhor amiga na boca e agora todos ficam zuando conosco, mas eu realmente estou afim dela, mas ela agora está se afastando como conseguir reaproximar dela.
Situação 1. Ela te ver como amiga, mas não está confortável com as brincadeiras idiotas das pessoas e está lhe evitando para não aumentar o constrangimento.
Situação 2. Ela está confusa em relação ao que você é dela, talvez ela não tenha gostado de ser beijada.
Agora em ambas as situações vocês devem conversar e esclarecer os fatos! Sorte Lah!
Diga pra ela q o que rolou foi coisa de momento e que se ela quiser continuar sendo sua amiga, q supere isso. Agora, se ela não tem essa maturidade, dê o tempo necessário e continue vivendo sua vida... Outras pessoas interessantes vão aparecer.

Curiosa
Trai meu marido e meu amante quer que eu largue dele. Eu confio no meu amante que me garantiu estabilidade que só q eu estou com muito medo de me arrepender pois meu marido é um home bom, que eu não amo mais/ e não quero perder o meu amor. Saio ou fico.
Amantes não são confiáveis, cuidado pra não trocar um casamento por uma aventura.
Coloque não só o amor na frente, como também todas as suas necessidades. Uma decisão dessas é séria e você pode (ou não) se arrepender depois. Mesmo com todas as garantias, tenha sua independência, pois ser capacho de outra pessoa não é legal. Leve em conta o que realmente vai te fazer bem, feliz e confortável. E lembre-se que só conhecemos realmente uma pessoa quando dividimos o mesmo teto com ela.

Paulino
Quanto tempo dura pra uma garota transar, já estou esperando demais e ela nada! Ela não ta interessada em mim não é?
Nada a ver isso cara! Ela só vai transar quando ela se sentir confortável pra isso, não tem nada a ver com não está interessada em você, mas se você quer ter alguma chance respeite e espere.
Desejo é muito relativo. Tem que ver se ela está segura, ou com medo, ou despreparada ou mesmo não está afim. Não existe bula dizendo "na data x ela vai dar pra você". Então se você gosta dela e se é realmente recíproco, acalme-se. Tudo em seu tempo.
________________________
Por Hoje é só!
Mande também sua mensagem!
Ou clique no Banner da campanha
Na barra lateral =*

Trotes...

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Oie, pessoas vim aqui apresentar o Willmutt!
Não sei se vocês o conhecem, ontem recebi um e-mail que vinha um trote do Willmut, ele fala com muito sotaque de alemão, e tira qualquer atendente de telemarketing do sério. Já vi vários trotes dele; Não to conseguindo dizer bem o que, na verdade é um cara que se faz uma voz de um senhor alemão(COM MUITO SOTAQUE)de 69 anos, e quando ligam pra ele, tipo sky, santander, essas coisas ele fica enchendo o saco e damos muitas risadas!
ehehehehehehe






Espero que tenham gostado, hehehehe beijos

Saber reconhecer e dizer...NÃO PREGO!!!

domingo, 26 de abril de 2009

Toda mulher inteligente deve saber algumas coisas muito importântes para sua sobrevivência neste mundo cão. Saber reconhecer sutis e sensíveis diferenças que fazem toda a diferença em meio a essa selva de pedra em que co-existimos.
Bem, é importante discernimos bem alguns conceitos para sermos mulheres inteligentes e felizes no amor:
Sensual não é o mesmo que Confiável
Caráter não é carisma
Boas Roupas não são Bons Princípios
Legal não é igual a ser Narcisista
Amor não é o mesmo que Desejo
Desejar Ardentemente não é sequer parecido com usufruir
Amor sincero não tem nada de Obsessão
Jantar fora quer dizer algo bem diferente de ir Almoçar em algum lugar
Viver uma louca paixão não se pareçe com viver uma vida agradável
Casável nunca será o mesmo que Casado nem no Japão nem em cultura alguma
Afeição é totalmente diferente de Tesão
Fazer amor não e fazer sexo, mais pode se fazer sexo com amor
Relacionamento verdadeiro nunca vira uma Cilada, se virar não é verdadeiro
Estarem se amando não é o mesmo que estar amando sozinha um cara
Estarem se usando não se pareçe com estar sendo usada por alguém
Querer fazer algo não é o mesmo que fazer para agradar alguém
Enfim, a sensível diferença entre ser uma mulher inteligente apaixonada e ser uma mulher apenas apaixonada.
Agora uma boa dica para quem tem um cara que corresponde a todas essas características negativas, isso é um alarme de prego. Fique Ligada e seja inteligente!! Não Prego!!No Scrubs (Tradução) TLC


O “prego” é um cara que se acha o tal
Também conhecido como “demolidor”
Está sempre falando sobre o que quer
Mas nunca mexe a bunda falida, então
Não
Eu não quero o seu número de telefone
Não
Eu não quero te dar o meu, e
Não
Eu não quero te encontrar em lugar nenhum
Não
Eu não quero passar um tempo com você, e
Não
Eu não quero um “prego”
O “prego” é um cara que não vai conseguir nada de mim
Ele só fica no banco do passageiro
Do carro do melhor amigo
Tentando mexer comigo
Eu não quero um “prego”
O “prego” é um cara que não vai conseguir nada de mim
Ele só fica no banco do passageiro
Do carro do melhor amigo
Tentando mexer comigo
Lá está o “prego” me olhando,
Mas o jogo dele é meio fraco
E eu sei que ele não consegue chegar em mim
Porque o meu visual é de luxo
E o dele é de lixo
Não vou sair com um malandro
Não
Eu não quero o seu telefone
Não
Eu não quero te dar o meu, e
Não
Eu não quero te encontrar em lugar nenhum
Não
Eu não quero passar um tempo com você, e
Eu não quero um “prego”
O “prego” é um cara que não vai conseguir nada de mim
Ele só fica no banco do passageiro
Do carro do melhor amigo
Tentando mexer comigo
Se você não tem carro
E tem que ir à pé
É, filho
Estou falando com você
Se você vive em casa
Com a sua mamãe
É, filho
Estou falando com você
Se você é baixinho
E não consegue demonstrar amor
É, filho
Estou falando com você
Quer sair comigo
Sem dinheiro
Oh, não
Eu não quero, não!
Não, “prego”
Não, “prego”
Não, não
Não, “prego”
Não, “prego”
Não, não [Rap] Sabe?
Se você não consegue expandir meus horizontes, então isso te coloca na posição de “prego” e dela nunca vai sair.
Eu não ligo em ser surpreendida e se você Não tem a moral de me agradar com um pulo daqui até o curso de todos os mares, então, deixa eu te dizer algo para refletir: inunde a sua cabeça com intenções que irão transformá-lo.
Não posso esquecer de focar a imagem em minha frente.
Eu faço isso como um DVD em telas de TVs digitais.
Satisfaça meu apetite com algo espetacular, cheque o seu linguajar e aí eu volto para você.
Com precisão de diamante, insaciável é o que eu prevejo.
Não consigo estabelecer uma relação viajando com o seu amigo
Sr. Big Willie, se quer mesmo saber, Pergunte à Chilli, posso ser uma Silly Ho?
Não com T-boz e todas as “señoritas” Desfilando em tênis Fila, mas você não me ouve... Eu não quero um “prego” O “prego” é um cara que não vai conseguir nada de mim Ele só fica no banco do passageiro Do carro do melhor amigo Tentando mexer comigo Mandei essa musica para o Atreyu pelo MSN, e ele me contou no outro dia que a mãe dele tava viciada na música, não parava de cantar!! Isso é que é bom gosto!!Vale a pena dar uma ouvida nessa musiquinha, já que o som é viciante!!rs



video

Erine Hendrix

sábado, 25 de abril de 2009


Tô lendo o texto...
Não entendo...
leio de novo...
Isso é Grego?!
Almadiçoando o escritor para arder em labaredas...
Procurando um fósforo pra queimar o livro...
Vou ver ele queimar, me ajoelhar na frente dele e sorrir....
Igual ao Hendrix...
Pensando no porco! 30 minutos! dá pra acreditar!
Ainda não entendo...
Vou parar de pensar no porco...
Vou ler o texto pela 5154687698 vez
(mentira!) pela segunda vez...
Talvez eu entenda...
Começando: No século...
Desisto!

Pra rir ou chorar ????

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Esse vídeo é mta resenha....mas acredito que tenha sido algo trágico que aconteceu e traduziram simultâneamente conforme a situação...Então quem quiser ri (ria) ou chorar (chore) , mas não percam a emoção do momento uhauhauha....

ps: idéia do post = Xana, Atreyu, Doroti e Junior

Em uma conversa descontraída no msn (descontraída até demais uhauahuha), perguntei o que eu poderia escrever hoje (estava sem idéias) e ''todos" votaram em vídeo...então não será minha culpa se o vídeo for ruim uhauhauhaaa....CULPA DELES AHAM SIM SIM!!!

UHAUHAUHAUHA....

mas mesmo assim I LOV.US

BJU GOSTOSO DA Jean Grey...a Heroína (Uma droga) do OMG...

Suicídio


Pois é gente..


eu tava conversando com um amigo pelo msn.. e tipo, há anos que ele gosta de uma garota e justo essa semana eu desenrolei ela pra ele, só que essa menina tem namorado e ela ia largar o namo pra ficar com meu amigo, só que o que ele fez..bloqueou ela do msn pq pensou que fosse o namo dela ... então uma amiga dela viu e contou pra ela q ele tava on ai ela ligou e fez tempestade em copo d'água.. disse que amizade acabou, que quer esquecer ele, que ela ia se arrepender se ela tivesse acabado, que ele não prestava... nossa gente.. meu amigo tá arrazado.. querendo se matar ;/


Eu disse a ele que dor de amor passa, mas ele insiste e ainda falou.. já tentei cortar os pulsos mas doi muito e tenho medo de não morrer e não poder tocar mais violão ( horrível essa parte ¬¬) disse que remédio é caro e tal.. ai eu pensei: mas que porra.. num quer se matar num inventa nada!! caraio!


Fica fazendo inchame é foda. aff.
Só pessoas sem carater fazem isso por amor. ( minha opinião )

.meio sumida essa guria né?? hihih

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Oiiiee!

Semana passada eu me esqueci de vir aqui postar, mas hoje eu me apresento! Hahaah
Eu escolhi um tema bem fofo hoje, o amor.
É tão difícil falar dele, pois tu não pode toca-lo. Muita gente acha que ama, mas não ama e muita gente acha que não ama, mas ama. Estranho isso. As pessoas normalmente confundem os sentimentos. Ontem falava com meu namorado e disse pra ele: eu te amo tanto, que as palavras já não me bastam mais, o “eu te amo” virou uma palavra qualquer, como dizer oi, tchau... E é mesmo. A gente sempre fala, demonstre teu amor, não precisa ficar dizendo toda hora. Eu demonstro e falo toda hora, mas como eu disse, o eu te amo já não me basta mais, meu sentimento é muito maior do que um simples EU TE AMO. É algo que já não cabe mais em mim. Não sou doente de amor, até porque meu amor é correspondido à altura!! É tudo saudável, mas e os que morrem de amores pelo outro e não são correspondidos¿ Isso é uma coisa muito triste. As pessoas deixam de amar a si mesmas, dando seu amor a um outro que não o(a) quer. Desperdiçam sua vida, seu tempo, em prol de uma causa perdida. E pra essas pessoas, não adianta tu dizer que o fulano, ou a fulana ta feliz com o tal fulaninho, porque essa pessoa não vai se importar com o que tu diz. Isso é doença. Infelizmente as pessoas não veem isso como doença, mas é. Inventam uma vida paralela na sua cabeça, fantasiam as coisas. Nossa, é terrível. Conheço uma pessoa assim, e da pena. Sabe, um amor, quando é de verdade, ele não acaba. Com o tempo, até podemos não estar mais apaixonados pelo outro, mas o amor, que nada mais é do que carinho, atenção, respeito, companheirismo, isso não acaba. Mas a paixão é uma coisa que deve estar sempre sendo reavivada num relacionamento, pois é a chama do amor, é o que faz o amor pegar fogo e seguir em frente. Então, se tu ama e é correspondido, ótimo, ame mesmo pois é a melhor coisa da vida, um amor correspondido, agora, se tu ama (ou acha que ama) alguém que não está nem ai pra ti, desiste logo, eu sei que é fácil falar. Em alguns relacionamentos que tive, eu achei que estava amando, mas só vi agora (há pouco mais de um ano) o que é amor de verdade, amor recíproco. O resto, deixa de lado. Esqueça, pois isso só lhe fará mal e seu tempo e juventude serão jogados fora.
Bom, é isso, eu espero ter sido legal!

.imprudência de quem?

quarta-feira, 22 de abril de 2009


.
.eis que hoje no início da tarde estava eu, tranquila, trabalhando no computador quando, de repente, ouvi um estrondo muito forte na rua e uma freiada. levantei rápido da cadeira, e fui pra janela [por que será que todo ser humano é curioso?]. achei que era uma batida de carro, mas não... foi um atropelamento.
.
uma mulher caída em desespero, e uma criança, possivelmente filha dela, aos berros caída do lado. nem meio minuto do ocorrido e a rua já estava trancada, juntando uma quantidade enorme de curiosos. alguém pegou a criança no colo [na hora eu pensei: "nãããooooo!" - porque se ela estivesse com alguma fratura ou hemorragia, poderia piorar ainda mais a situação. até onde sei, o correto é não mexer na pessoa...]. mas tudo bem, a criança não se machucou, mas a mulher continuava caída. foi um taxista que atropelou as duas. só vi o cara colocando as duas mãos na cabeça depois de ligar pra samu [que chegou rapidinho, imobilizou a mulher e levou ela e a criança].
.
aí eu me pergunto: de quem será que foi a culpa? do motorista? ou da mulher que de repente estava atravessando errado [e consequentemente ensinando errado a criança...]? são tantos acidentes que acontecem todos os dias... e ambas partes têm sua culpa. às vezes o motorista está correto, mas vem um "maluco" e se joga na frente... às vezes o pedestre está correto, atravessando na faixa, obedecendo a sinalização e aparece um motorista sem noção e "pega" em cheio.
.
falta conscientização, falta levar as coisas a sério. trânsito não é brincadeira. um segundo de distração já basta para um acidente ocorrer.
.
na época que eu fazia estágio num hospital em porto alegre, vi um rapaz que tinha sofrido acidente de moto. estava no cti, em estado vegetativo, com metade do crânio afundado. era triste de ver. sempre me lembro disso... e acho que seria bom as pessoas verem essas coisas para - de repente, quem sabe, talvez - criarem consciência, para se cuidarem mais no trânsito. nosso corpo é muito frágil, um acidente desses pode acabar com uma vida muito facilmente.
ainda bem que esse que eu presenciei hoje não foi tão grave...
.
[alguém aí já se envolveu em acidente de trânsito? e como foi? - se sim, espero que nada grave demais!]
.
bjos a todos!
[sorry pelo assunto talvez um pouco pesado, eu tinha pensado em outra coisa... mas quis aproveitar a ocasião.]
.

Momento Crucial

Chega-se a um ponto na vida que nada pode ser melhor,depois.Estamos no nosso pico,no nosso auge,O problema é identificar esse momento fugaz,e a hora de sair por cima antes que tudo desmorone!

Não é exatamente o momento sobre o qual millôr escreveu, em que você sente que é feliz como nunca foi antes e nuca será.Esse momento de felicidade ate requer um longo depois,para ser curtido com a devida melancolia.(me entendem??)

Falo do instante em que uma coisa se transforma no seu excesso, ou no seu oposto,o exato ponto em que termina a ascensão e começa a queda (só lembro de Roma ¬¬º).Identificar o instante com precisão é difícil.É como no paradoxo do balão:você só descobre a exata capacidade de ar do balão quando ele estoura.Os outros é que podem identificá-lo por nós.Devíamos ter alguém treinado do lado para nos dizer,quando chegasse a hora,assim como César!no ouvidinho kk (Uii)


beijO chuchus ^^

Sabe-se lá o que...



Hoje vamos falar de que?
Curioso que não bolei texto, não fiz nenhuma release pra postar aqui... mas as vezes acontece... tem dias preguiçosos como essa quarta-feira chuvosa que deixam a gente meio lento.

Ja sei... vou falar de "deveres, obrigações e responsabilidades"!
Só que nem adianta aprofundar muito, senão vira uma tese de pós-doutorado e ninguém merece ler esses textos enooormes!

Quem é que não acorda com aquela vontade de ficar mais um pouquinho na cama em plena segunda-feira cedinho?... Pois é, leitores, o peso da responsabilidade de ir pra escola/faculdade ou ir para o trabalho (meu caso) faz com que esqueçamos de certos confortos como "dormir mais uma horinha" ou "ficar na preguiça só deitadinho". Até porque fim-de-semana não é necessariamente para descanso... as responsabilidades não estão somente nos dias úteis. Temos a reunião com os amigos, as baladas, os churrascos, enfim, uma série de compromissos a serem cumpridos. Aí chega a segunda, onde a preguiça e o cansaço vêm com tudo. rsrsrsrs ô...

Até brinco com meus amigos, pois tenho uma tese que funcionaria muito bem: Por que que não começamos nossas atividades somente na segunda-feira à tarde, trabalhamos terça, quarta e quinta normalmente e na sexta com o expediente somente até o meio dia? Penso que trabalhamos demais e temos pouco tempo para lazer e descanso. Vejamos... os parlamentares só trabalham 3 dias por semana, num regime bem inferior a 8 horas/dia, ganham horrores pagos com nosso impostos, tem regalias mil e tem praticamente 4 dias dias inteiros de folga... Ah! Ainda ganham para trabalhar em sessão extraordinária. E nós? Por que não temos isso? Quero saber qual foi o louco que colocou a gente pra trabalhar a partir das 8h da manhã.

"Meu povo, minha pova"... não estou querendo fazer revolução, mas cada dia que passa fico mais descontente com o que vejo, principalmente pelo fato de continuar sendo a mesma coisa: os preços subindo e o salário na mesma. IPI reduzido? Dããã... pra inglês ver, pois a redução real vai ser mínima, que não vamos nem perceber.
De que adianta termos deveres, obrigações e responsabilidades, se quando precisamos de pessoas que sejam assim e elas não são?

Quero voltar pra minha cama, ficar na preguiça e pegar no sono nessa quarta-feria chuvosa.


[]'s

.

.

.

(...)o mais humilhante sofrimento de sentir que já não se sofre.

terça-feira, 21 de abril de 2009

Olá...

Hoje choveu o dia todo aqui em Fortaleza! Ou seja, estou morrendo de frio e com a maior vontade de ficar na minha cama fofinha, mas... Vou aproveitar esse feriado pra escrever um pouco; tenho muita coisa pra pôr em dia!

Esse tempo de chuva favorece a nostalgia. E muito. Coisas que a gente não quer lembrar insistem em vir à tona. Um dia, há muito tempo, lendo Os Prazeres e os Dias, de Marcel Proust (nunca terminei de ler esse livro, sempre acontecia alguma coisa que me impedia de continuar xD), vi uma frase que sintetizou perfeitamente o sentimento e a anotei. Hoje eu consegui encontrá-la no meu caderno do primeiro ano, numa página com a pontinha dobrada.

“(...)o hábito da ausência é a maior diminuição de si mesmo, o mais humilhante sofrimento de sentir que já não se sofre.”

Sabe quando você deixa de ver um amigo durante alguns meses e de repente encontra ele por acaso em algum lugar qualquer? Aí vocês se abraçam, conversam um pouco, prometem se comunicar mais e se despedem.

De mês em mês, vocês “se vêem” muitas vezes no MSN. Conversam por algum tempo. Quando se passam dois anos, e as conversas no MSN se resumem ao oi-tudo-bem-tenho-que-ir-tchau, você encontra a pessoa no ônibus. Do nada você percebe que está sentada ao lado dela. Isso aconteceu comigo há pouco tempo. Ela sentou ao meu lado, me chamou e eu levei uns três segundos para reconhecê-la.

Há mais tempo, talvez ano retrasado, não lembro bem, um amigo me ligou no dia primeiro de janeiro pra desejar ano novo. Eu fiquei surpresa e feliz. A gente não se falava há quase um ano.

Semana passada eu estava na fila da biblioteca e uma garota ligeiramente familiar perguntou o meu nome e se eu estudava no colégio tal. Eu respondi que sim, há uns três anos. Três anos e uma garota com quem eu nunca tinha falado quando estudava lá me reconheceu.

Quando eu estava no segundo semestre, vi meu professor de História do fundamental lá no CEFET. Eu parei, falei com ele e tal... Esse cara foi muito importante pra mim. Grande parte do meu modo de ver as coisas e das minhas convicções foi influenciada por ele. Esse semestre, o quarto, eu o vi de novo na entrada do CEFET. Não fui até lá falar com ele.

Eu tenho alguma coisa contra todas essas pessoas citadas nessas situações? Não! Mas a ausência delas já não é mais importante como era antes. Já não sofro por isso.

Humilhante, né? i.i

Mas... aproveitando o espaço, vou postar também um minúsculo conto que escrevi há algum tempo. Eu não costumo escrever contos muito pequenos, e não sei exatamente porque esse saiu assim, mas aí está. Não se assustem, ele é pequeno mesmo.



.Relance.


O que primeiro me chamou a atenção foi o som de um violino se erguendo em meio à balbúrdia de uma noite de sexta. Meus passos eram lentos por causa da neve e os encontrões com as pessoas na calçada eram freqüentes. Até os carros andavam devagar, mas não deixavam de buzinar o tempo todo. Mas eu ouvi o som agudo se elevando acima de tudo isso e resolvi segui-lo, num desses impulsos que se tem de vez em quando.

Era em um pequeno restaurante, numa ruazinha mais isolada e mal iluminada. Alguém estava fazendo aniversário, mas eu não podia ver quem era. Dois homens tocavam para ela; um no violino, outro no acordeom. Fazia muito tempo que eu não ouvia algo tão dolorosamente bonito. Cruelmente doce, como só um violino pode ser.

Um garçom trouxe um bolinho, com uma única vela acesa. Uma coluna bem em frente à mesa me impedia de ver a pessoa homenageada, mas na hora de apagar a vela ela se inclinou e pude vislumbrar um nariz e o relance de um sorriso. Era uma mulher. Ela ergueu as mãos para bater palmas junto com os outros. Os músicos pararam de tocar e voltaram para o pequeno palco onde deviam se apresentar normalmente.

Ela cortou um pedaço do bolo e entregou a alguém que estava ao seu lado e que eu também não conseguia ver. Suas unhas eram escuras, assim como a boca. Começou a nevar. Estava frio demais.

Fui embora. Nunca mais a vi.

Love don’t is a Losing Game


Loves... Loves... Loves...

Essa é nossa primeiríssima semana, mas felizmente tivemos muitas mensagens! Desde já um muito obrigado! Continuem mandando suas mensagens [clicando aqui] ou no Banner da campanha na barra lateral! =*

Perguntas dos Internautas!
Respondidas por:
Verde= Atreyu
Rosa= Xana
Pietro
Meu nome é Pietro e eu estou a fim de um garoto, mas não sei se ele gosta de mim ou só me aceita como gay eu devo ser mais direto
Em minha opinião: NÃO! você já deve ter dado algumas indiretas, se ele não caiu até agora é por que ele não ta curtindo a mesma idéia que a sua, continue da mesma forma! Se for pra rolar... vai rolar.
Tente conversar com ele sim,cartas na mesa, mais sem agressividade, e com muito tato, fale que ele te envia mensagens estranhas que confundem seu sentimento de amizade e que você quer entender melhor isso, pergunte a ele o que você significa para ele sinceramente, qual seu papel na vida dele. Se disser apenas amigo ou um cara legal, é só aceitação e não amor.

Suh
Susana e é o seguinte não estou mais gostando do meu ficante mas ele é superfofo e tenho medo de magoar como acabo de forma suave
Converse calmamente com ele, não é por que Lindsay Lohan & Samantha Ronson acabaram mal que todos os relacionamentos também vão. Tenha calma e seja sincera.
A melhor maneira não existe, nem a forma suave sempre vai doer. Você pode tentar dizer que não é o melhor momento agora, que está com duvidas e problemas, que se sente dividia com fatos do passado. E que acha que deveriam dar um tempo para não se magoarem e talvez um dia, mais tarde terem outra chance. Mais nada programado, e sim naturalmente.

Max
Brown acho essa idéia massa e vou por um problema aqui minha namorada descobriu minha traição quero voltar e falo com ela o tempo todo e ela já ta me esnobado é melhor parar ou eu continuo
Pare! Se ela está lhe esnobando pare! Se conserve e se valorize! STOP!!!
Bem, você errou com ela, mas será que está arrependido mesmo, dependendo de quantas vezes você a traiu pode ser que não tenha concerto. Mais se a amar realmente eu creio que uma hora ela vai perceber que você está falando a verdade. Quanto a ser esnobado e isso que ela está fazendo para te castigar, ou você preferia que ela te pagasse na mesma moeda. Tente se corrigir e ser bom com ela sempre, nunca perca a paciência e mesmo que ela fique com outro não fiquei com ninguém, ela está só querendo te fazer sentir o gosto de seu próprio veneno, e se ficar com outra ela vai saber que você não tem jeito mesmo.

Rafael
Olá. Sou o namorado do Junior e gostaria de dizer a ele que gosto mto de namorá-lo e que ele é importante nesse momento de minha vida. Abraços.
Ele vai ficar feliz ao ler isso!
È bom que as pessoas saibam o quanto são importantes para nós e em nossa vida!!
Eu mando minhas felicitações ao casal e muito boa sorte!!

Alina Piva
Estou querendo namorar com um garoto novo que chegou no meu colégio, mas pelo fato dele ser um gatinho e todas as meninas ficarem dando encima dele tenho medo de levar um toco. E agora?
O Não você já tem! Então vá em frente, sem dá muito na cara, seja sutil e faça ele ficar na dúvida “não” na certeza que você está gostando dele.
Olha Aline, você tem que tentar não é? Mais não seja enfática, tente uma abordagem diferente, divertida, tipo, olhe quando ele olhar, encare e tal mais quando notar que ele demonstrou interesse saia andando e vai pensar em outra coisa, tente ser atrativa, instigante, interessante, e misteriosa , mais interessada
Anônimo
Eu namoro já faz algum tempo mas eu e meu namorado estamos a um tempão sem transar e agora estou a fim do primo dele. Faço o q?
AFF!! Pula fora né? Você não ta gostando dele! Ele não ta fazendo mais nem medo... Você está esperando o quê? ...rsrsrsrsrsrs... parta pra outra!
Pensa se vale à pena você jogar fora tudo de bom que já viveu com seu namorado,tudo o que gosta nele, por uma aventura que no momento não pode te dar nada além de esperanças. E se o primo tiver só curtindo a onda de zoar seu namorado tirando você dele e depois der nó pé. A falta se sexo pode ser apenas uma fase, as pessoas perdem a libido quando ficam deprimidas ou chateadas, já tentou saber se está mesmo tudo bem com o seu namorado?

Rômulo
Estou afim de uma pessoa e essa pessoa acha que somos só amigos
Esse caso é um dos mais complicados! Mas assim como no caso da Suh eu aconselho uma boa conversa. Por as cartas na mesa é o melhor a se fazer nessas horas.
Então mostre a ela sutilmente que está com outras ideias, ou abra o jogo de vez e pergunte o que ele sente com detalhes sobre você, porque você anda confusa e não compreende bem os sentimentos dele e anda vendo fantasmas no relacionamento de vocês. Mais sempre deixa claro que não quer perder a amizade por nada no mundo, só quer entender melhor.

Márcia Paulina
Quero saber uma resposta importante meu namorado já está há 1 semana sem me responder e ser atender minhas ligações não entendo o motivo pois estava tudo muito bem entre nos me ajudem.
Ele ta em outra, ninguém faz isso com o seu Love se ainda estiver gostando...
Olha só se eu fosse você desencanava, neste caso só tem duas opções, ou ele ouviu alguma fofoca e está com tanta raiva que não quer nem tirar a prova com você, ou ele simplesmente não está a fim de você, mas é muito covarde para admitir isso na sua cara e fica fugindo. Se ele não está te atendendo não vale seu esforço gata, manda ele pra Antártida, gela o camarada, finge que nunca viu, ouviu ou conheceu, sem demonstrar raiva em tristeza. ok
________________________
Por Hoje é só!
Mande também sua mensagem!
[clique aqui]
Ou clique no Banner da campanha
Na barra lateral =*

Jô Soares

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Oie gente tudo bem? Sempre gostei muito do Jô, gosto do programa e dos entrevistados, mas acho que eu falo por todos que uma das melhores partes é quando começa o programa e ele vem falando de piadas, ou provas de vestibulares. Uma vez tava na net e vi um vídeo dele classificando as diferenças entre um homem, uma mulher e um gay! Putz eu me 'finei' de tanto rir, mandei pra uma amiga minha, que também adora ele e o seu jeito pouco sátiro, e adoramos! Bom quem quiser conferir (já que fiz uma mega propaganda), ta aí!




Beijos e até semana que vem! ;] hehehhhe ushushsuhsudh
Tenham uma boa semana, e um bom feriado

Os Heróis Vilões...ou os Vilões Heróis da XANA?

domingo, 19 de abril de 2009

Essa onda super nunca acaba, o tempos mudam, os super continuam a ser super, mais a cultura e a visão de mundo anda mudando radicalmente. Agora sexo me desenho é bem normal. O que seria de um super se não fosse sensual?! Os tempos mudam!!rs Agora é a onda demolidor e Electra e Heroes, claro!!
Eu sei que não deve estar dando para entender nadinha né? Mais eu vou me explicar.

Antigamente na época que a Xana era criança e depois adolescente, as pessoas já eram viciadas em manga, quadrinhos, anime, desenho, e todas essas coisas.

Acreditem, eu lia o homem aranha, os X man, o super homem e a liga da justiça(quando ela inda tinha limites.rs), eu tive o primeiro video game inventado, o Atari 2600, jogo nele até hoje já que é bem mais complicado jogar com aquela tecnologia do que com a do meu playstation 3 ou do meu X box, eu jogava RPG, joguei, vampiro A máscara, meu favorito, joguei mago e lobisomem, mais o vampiro sempre vai ter o lugar especial no meu coração, tenho minhas fichas de personagem e a alguns meses joguei de novo com uma delas, eu jogava magic igual a muitos jovens de hoje que acham que a gente só assistia os Flinstones e jogava buraco, algo surreal meio parecido com aquele seriado That 70s show(passa na tv por assinatura e fala sobre o anos 70 como os jovens viviam e como eram, só que com o humor de hoje, é massa!!).

Eu amo a moda japonesa e curto Jrock entre outros segmentos musicais, assisto Naruto e Bleach, e leio mangá, assim como ainda leio X man, homem aranha e assisto Heroes e Smallvile, assim como amava Louis e Clark.

Bem, agora que estabelecemos que a idéia de idade da pedra a 20 anos atraz era um grande mito eu vou começar a falar a serio sobre os heróis e os vilões.

Eu amei Harry Potter e depois do fim do último livro fiquei maio orfãn, como aconteçeu quando terminei de ler o senhor do anéis e achei que ia ficar maluca com todos os meus amigos falando em elfico.

Andei lendo Dam Brown e gostei mesmo, mais tanta realidade me deprime as vezes, realidade eu tenho no dia a dia , na rua nos jornais, na tv e nos livres eu quero esquecer disso, quero a fantasia, o sonho, e um pouco de esperança no futuro. Eu trabalhava na policia, como psicóloga e lidava com bandido todo dia, eu queria outra visão da realidade quando não estava no trabalho.

Já estava desiludida da vida quando encontrei uma matéria num site espanhol sobre uma autora chamada Stephenie Meyer e sua obra que estava encantado a europa orfã de Harry Potter.

Fiquei animada, mais a matéria era curta falando mais da ascenção da escritora do que do livro em si. Ai, tava fofocando na net com alguns amigos e um argentino me falou sobre o tema vampiros tratado no livro. Nossa, me senti salivando, baixei os arquivos em espanhol mesmo e começei a ler, depois encontrei em português e agora estou começando de novo desde o começo, e confesso que estou fascinada e viciada, durmo e acordo pensando no momento de ler mais um capítulo, já que resolvi dosar, um capítulo por dia senão não faço mais nada da vida.rs
Antigamente eu sempre torcia para o mocinho, afinal o mocinho era muito bom, o vilão muito mau, não tinha o que discutir tinha que morrer dolorosamente se sofrendo muito para pagar suas maldades.
Agora eu me pego torcendo para o vilão, já que estas fronteiras foram ultrapassadas, mocinhos e vilões tendo seu lado bom e mal e sendo punidos por suas escolhas erradas ou premiados por sua esperteza ou sorte.
Complexo isso, muito diferente, luto todo o tempo comigo por estar torcendo para o Edward morder a Bella logo já que ainda estou na página 286 !!!rs

Isso é um pouco de loucura, e a mudança de pensamentos e valores se impondo na literatura. Não acho ruim não, acho fantástico, nos dá mais possibilidades, mais condições de reflexão, mais oportunidades para os dilemas apresentados, mais emoção.

Eu era apaixonada pelo Zorro achava aquela roupa e aquele jeito latino, sexy, tudo de bom, odiava o sargento garcia, nojento. Queria ele espetado na ponta da espada do justiceiro mascarado.rs

Amo o lanterna verde( e juro que ainda vou fantasiar o Grandão de lanterna verde já que acho ele parecido um pouco fisicamente) aquele jeito másculo e seguro de si sempre me atraiu, a confiança do Batmam também, sem contar que ele é o "cara", pegou até a mulher maravilha, e ainda teve um filho secreto numa realidade paralela. O verdadeiro pegador, mais dicreto e sóbrio como manda sua tradição.
O homem aranha era uma gracinha, meigo, doce, virgem, me lembrava aquele filme " O virgem de 40 anos", mais não é que ele arrebentou depois, seguiu os passos do homem morcego e teve seu filhote também.

O super homem custou a mostrar a que veio só dando uma pegadinha de verdade e documentada no mundo dos quadrinhos com a Lois Lane depois do casamento em 1999.

Acho que ainda guardou muita manias de Smallvile, cidade pequena sabe como é poderia ficar falado se não casasse.hauhauau

O flash é um fofo, fala muito e pega muito pouco, já que cutasse a ver o cara mandando ver. tadinho!!
Eu virei fã do Aquamam e do Homem Pássaro por causa do cartoon network que fez novas aventuras destes desenhos de forma deturpada e muito bem humorada, eu diria até picante e se chamavam " O Show do Aquamam" e "Harvei O Advogado" que era o homem pássaro. Muiro bom não sei se ainda passa mais recomendo.
Foi então a onda de X mam por causa doa filmes e começamos a ver pessoas mais humanas por trás dos super heróis, com conflitos realmente complexos(nada de identidade revelada ou não, amar ou não a garota), abandono, traição, maus tratos e coisa mais reais, apesar da cortina de fantasia adicionada a tudo isso.

Eu curto muito a história da tempestade, o triângulo amoroso do Volverine com a Mulher márvel(ou Jean Gray como a chamam agora) e o ciclope, da Kiti, e do meu casal favorito Vampira e do Gambit com seu complicado amar sem se tocar.(me lembra crepúsculo isso)rs

Todos no Xman são mocinhos e todos são vilões, dependendo da motivação, da situação, dos laços afetivo envolvidos. Como é a vida real, como eram os RPGs que eu tanto gostava, ainda gosto mais não tenho tempo de jogar.
Não novos tempos, novas perspectivas, novas pessoas, novos sentimentos, tudo novo, a globalização da fantasia, a democartização das histórias de vida dos personagens, a apresentação dos dilemas sem pré jungamentos, sem pré conceitos, direitos iguais.

Conversa a meia-noite

sábado, 18 de abril de 2009



Tava falando com o atreyu no msn, o bruno, conhecido como louco, e meu brô da facul, o Talles. O Bruno é crente...e começou a enviar uns vídeos pra gente...eu achei rezenha. Ele disse que é banda gospel...mas sei lá! É engraçado:




A solução ? Enxergar...

sexta-feira, 17 de abril de 2009



Você já tem tudo...e eles o que tem além do nada ?


Pessoal, eu não quero abordar um assunto que muitos vão ler e dizer "tá, mas e daí, isso todos já sabem e o que eu posso fazer?", sei que os leitores sensatos, tanto do OMG quanto de qualquer outro blog, vão parar e raciocinar depois que assistirem a esse vídeo...


A banda Dead Can Dance tem essa magia em suas músicas, de passar a realidade (como esta do video) que dia após dia aumenta em todo o planeta (ninguém tem culpa, todos somos assim, temos tudo e não exergamos que muitos tem o NADA), é um fato, uma relidade que machuca. Hoje em dia as crianças sonham carregando uma arma nas mãos, hoje em dia sonhar é uma superstição...As pessoas esqueceram o que é o amor, esqueceram o simples amor ao próximo.

Qual a solução ? Enxergar o que ainda há de belo e reagir...Enquanto seu vizinho destroi um jardim você pode plantar uma flor...Enquanto muitos agridem sem motivos você pode dizer um "obrigado", um "por favor", enquanto seu amigo come no OUTBACK você pode matar a fome de alguém ajudando-a naquele momento...Não é fácil, não conseguiremos sozinhos curar esse planeta, mas poderemos presentear com uma boa ação os que estão ao nosso alcance...Seja com uma ajuda, seja com um sorriso, seja com uma delicadeza...Muitos já são hipócritas, NÃO SEJA TAMBÉM. ENXERGUE.

Abraços. by Jean Grey


Comida premiada!




Gente. uma coisa que eu não gosto é de comida premiada.
Aquela que vem mosquinhas, formigas, minhocas..e etc. torradinhas.. prontas pra consumo! ( uii³)

Pois é. uma semana dessas aí.. tava comendo um tortelett e veio uma minhoquinha gordinha, rugadinha e torradinha. =D
Cara, deu vontade de ir lá na mulé devolver. fazer ela comer. mas sabe eu não sou do estilo de cobrar as coisas. (coitada de mim se fosse vendedora da Avon)

Outra vez fui no banheiro do cursinho e tinha um pastel vomitado.( deliiicia) vixe. chega dava pra ver os pedacinhos. e o povo ainda diz q o pastel do Bolinha é gostoso. eu vi lá na "privada", no banheiro todo praticamente.

O pastel de óleo lá. só tem esse sabor. ehhhr.

.sem limites

quarta-feira, 15 de abril de 2009

.eu acho incrível a busca insana das pessoas [principalmente mulheres] pela beleza. tem que estar sempre jovem [mesmo que tenha 40, 50, 60 anos...], a pele lisinha, sem rugas, manchas nem linhas de expressão... aquela carinha dos 20. até parece que as pessoas só têm valor sendo sempre assim, jovens e bonitas. envelhecer tornou-se uma coisa ruim, sinônimo de fracasso. como se quem tem mais idade não tivesse mais valor. para alguns, a sabedoria e a experiência vêm deixando de ser algo importante. tudo está virando volátil e superficial demais. tudo é beleza, aparência. tem que "seguir a tendência", tem que ter "aquele" padrão, senão já era...
falo nisso hoje porque domingo, lendo rapidamente a zero hora [pra quem não conhece, é o maior jornal de porto alegre], dei de cara com essa nota:

"Olhar de mink

Sabe os cílios compridos e curvilíneos de Madonna e Jennifer Lopez? São feitos de pele de mink. Ambas chegam a pagar até US$ 1 mil pelo par. De olho no filão e nem aí para os protestos dos defensores de animais, a empresa Aira resolveu popularizar a moda e passou a vender por US$250 os tais cílios em seu site."
.


[e, além de tudo, viva a cirurgia plástica, né madonna? =P]

agora tá, para tudo! onde já se viu? usar pele de mink pra fazer cílios postiços?! já acho um absurdo sem tamanho usar pele para qualquer coisa fútil, e agora ainda isso... os bichinhos pagam com a vida a estupidez das pessoas pela busca da beleza. oras, usa um bom rímel e era isso! usa cílios artificiais então, sei lá! mas depender da vida de animais inocentes para uma coisa idiota dessas é que eu não consigo compreender.

[pra quem não conhece o mink, aí vai uma fotinho:]

[fofo^^, não?]

.cheguei a encontrar na internet que, para a fabricação dos tais cílios, só se usa aqueles pelos que caem na escovação dos animais. afffff. [aham, e eu acredito nisso ¬¬']

mesmo se fosse, de qualquer jeito eles são mortos para fazer casacos de pele "y otras cositas más" depois.

[realmente não há limites na busca da beleza. vaidade pouca é bobagem...]

EnErGiA SoLaR




O Sol é incomparável a qualquer outro sistema de energia convencional, por tratar-se de uma fonte 100% natural, ecológica, gratuita, inesgotável e que não polui nem agride o meio ambiente.

O Sol irradia anualmente o equivalente a 10.000 vezes a energia consumida pela população mundial no mesmo período. Uma parte do milionésimo de energia solar que nosso país recebe durante o ano poderia nos dar um suprimento de energia equivalente a 54% do petróleo nacional, 2 vezes a energia obtida com carvão mineral, 4 vezes a energia gerada no mesmo período por uma usina hidrelétrica.

A Eletricidade é um dos maiores emissores de carbono, não deixe luzes acesas e desligue os aparelhos que não estiverem sendo usados. A responsabilidade ecológica é de todos nós.

Reclicle suas idéias...

Recicle seus hábitos de vida...

Assim, economizando e reciclando os recursos, você ajuda a salvar o planeta com pequenas ações que farão GRANDE DIFERENÇA.


[]'s

.
.
.

Se um dia se sentir satisfeito, pode ter a certeza de que você não é mais escritor

terça-feira, 14 de abril de 2009

"De tudo, ficaram três coisas: a certeza de que ele estava sempre começando, a certeza de que era preciso continuar e a certeza de que seria sempre interrompido antes de terminar. Fazer da interrupção um caminho novo. Fazer da queda um passo de dança, do medo uma escada, do sono uma ponte, da procura um encontro."

(Trecho de O Encontro Marcado)


Olá...

Quem já me conhece ou acompanha o .status quo. há algum tempo sabe que meu livro favorito é o Encontro Marcado, de Fernando Sabino. Eu já falei tanto dele no status que vou aproveitar um pedaço de um desses posts só para situá-los no que eu vou falar:


"Ler este livro é como afirmar para mim mesma que tenho que escrever. Toda vez que leio, termino com uma vontade imensa de escrever, qualquer coisa que seja. Como disse pra Rafael-san uns dias atrás, descobri que pra escrever não preciso só da inspiração. Tem que vir antes a vontade de escrever. Não a obrigação de fazer capítulo tal para o dia tal (...) Quando é assim não sai bom. Os melhores escritos vêm quando há primeiro a vontade pura e simples de escrever."


Pois é. Há algumas semanas eu comecei a ler O apanhador no campo de centeio, de J. D. Salinger. Também não vou falar muito sobre ele porque fiz um post especialmente sobre isso para o Etc, site que provavelmente vai estrear nessa semana (por isso não vou pôr o link ainda). Apesar de eu não estar falando coisa com coisa, o que eu queria mesmo era dizer o que o Apanhador tem em comum com o Encontro Marcado.

O estilo de Fernando Sabino em Encontro Marcado lembra muito o de Ernest Hemingway, que eu também adoro. Enquanto Hemingway refletia o pessimismo da “geração perdida” do pós Primeira Guerra Mundial, Fernando Sabino refletia o do pós Segunda Guerra, assim como J. D. Salinger em O Apanhador, ainda que num nível muito menor.



- Esta queda para a qual você está caminhando é um tipo especial de queda, um tipo horrível. O homem que cai não consegue nem mesmo ouvir ou sentir o baque do seu corpo no fundo. Apenas cai e cai. A coisa toda se aplica aos homens que, num momento ou outro de suas vidas, procuram alguma coisa que seu próprio meio não lhes podia proporcionar. Ou que pensavam que seu próprio meio não lhes poderia proporcionar. Por isso, abandonam a busca. Abandonam a busca antes mesmo de começá-la de verdade.


(Trecho de O apanhador no campo de centeio)


Esses três autores me inspiram muito. São livros que me fazem ter uma vontade quase que incontrolável de escrever. Quando terminei de ler O apanhador no campo de centeio eu quase não acreditei que era realmente o final. Foi um baque. E foi perfeito. A narrativa tinha um ritmo tão frenético que chegar à última frase é um soco e tanto.

O que o Apanhador e Encontro Marcado têm em comum, principalmente, é essa coisa de me fazer pensar no próprio ato de escrever. É essa capacidade de inspirar, de ir nas entranhas do que realmente se sente quando parece que minha vida depende disso, de pegar uma folha em branco e pôr nela o que eu preciso escrever.


Recomendo estes livros a todos. É sério.

Até mais e desculpa pela demora em postar xD



"(...) o sentimento não é bem de arrependimento, é uma espécie de nostalgia - já lhe disse isso. Nostalgia daquilo que a gente não é, dos lugares onde não esteve, das coisas que não chegou a fazer... Se você não tiver isso, se um dia se sentir satisfeito, pode ter a certeza de que você não é mais escritor."

(Trecho de O Encontro Marcado)