...de cara limpa?

quarta-feira, 17 de junho de 2009




De onde se tem notícia, o homem sempre gostou de pinturas pelo corpo. Seja somente no rosto, seja no corpo inteiro. Segundo pesquisas, só o "homem das cavernas" que não se pintava, mas deixava marcas nas paredes das grutas contando as histórias da sua época. Mas do início da idade cristã até a presente data, passamos por gerações de mascarados dos mais diversos tipos.

Ja tivemos a era dos homens com pó branco no rosto e peruca, o que simbolizava status, alta estirpe, e os camponeses (a plebe em geral) não tinha acesso a essas mutações.

Ja passamos também por eras em que os indianos eram o povo que sabia encantar a todos pelas pinturas e penduricalhos exageradamente coloridos pelo corpo.

Depois encontramos os índios das américas, sendo que na parte norte, haviam pinturas mais discretas e vestimentas para proteção no frio. Enquanto que aqui na América do Sul, os desnudos e desavergonhados nativos com corpos e rostos pintados com os mais variados pigmentos extraídos das frutas e folhas.

Depois veio a inquisição com seu conservadorismo, proibindo tudo e a todos de quaisquer atos ou comportamentos fora do que se dizia certo.

E na nossa era contemporânea, desde os anos 20 mais ou menos, temos inúmeras formas de pinturas pelo rosto e corpo, sendo que ficou apenas "permitido às mulheres", uma vez que isso prejudicava a masculinidade do homem, caso ele "desconfigurasse" o rosto com algum tipo de pó ou pigmento.

Hoje, com a diversidade em alta, mesmo sem a tolerância necessária, alguns homens (homossexuais ou não) estão adeptos à saúde do corpo e da pele - principalmente do rosto - quase que diariamente. Sendo que muitos deles - os hoje chamados metrosexuais - se importam com a aparência e procuram estar sempre em dia com uma cara boa. rsrsrs

Embora tenha falado das pinturas nos homens (e mulheres), penso que cada um é dono de si e responsável pelo seus atos. Então, quem quiser pintar-a-cara, seja para protesto na rua, seja para ficar bem na foto durante a balada, tá valendo.

Ridículo/engraçado?
Só se forem os outros, que não têm criatividade de encarar ou enfrentar.
Bem... eu sei lá! Só sei que é uma necessiadade do ser humano em aparecer,
em ser notado pelas pessoas.


Não é campanha de nada e para nada, viu gente!





[]'s

.

.

.

5 comentários:

Atreyu disse...

Metro sexual parece o nome dado para homens mega dotados!!! KKKKK
Na moral acho um termo meio fake, mas façam o que quiser!!!
Eu não pago a conta de ninguém então não tenho que criticar nada
o//*
KKKKKKKKKKKKKKKKK
Adorei a imagem do post

Luiz Lukas disse...

É, como tudo na vida vai se atualizando e adaptando ao que melhor se encaixa...
Por isso ficou para as mulheres as pinturas de rosto ;)

beijos

Junior disse...

Ao meu ver, gosto não se discute, se respeita! Então, não há nada mais arrogante e prepotente que julgar cultura ou costumes, atuais ou não, sob a óptica da sua propria subjetividade. É coisa feia sair discutindo isso.

Marina Melow - Papo Contemporâneo disse...

Em algumas culturas é normal o homem se pintar. Mas na minha opinião, só fica bem em mulher mesmo.

Daniel Savio disse...

Aff, o negocio não se pintar com travesti gente, é se cuidar fisicamente, dando enfase ao rosto...

Fiquem com Deus, menino VDJ e galera.
Um abraço.